sexta-feira, 28 de julho de 2006

O fosso do ódio

As opções sem sentido do exéricto israelita, desde o uso de armamento não convencional, que constitui crime de guerra - cujo julgamento veremos se alguma vez se irá realizar! -, até ao assassinato de observadores da ONU – só mentes perigosamente inocentes poderão acreditar que não havia informação acerca da localização dos observadores! - só servem para Israel cavar em seu redor um fosso de ódio cada vez mais fundo.
j.marioteixeira@sapo.pt

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home