quarta-feira, 11 de outubro de 2006

"Fantastic Life"

Ao momento da nomeação de Pinto Monteiro como novo Procurador-Geral da República, foram enaltecidas, e bem, as suas qualidades técnicas e humanas, dando especial relevo – fruto também da actual conjuntura social – à sua experiência no combate à corrupção.
Isto depois do pacto entre PS e PSD – donde se firmou, também, acordo quanto ao nome de Pinto Monteiro para PGR -, prever que em sede de crimes de corrupção (e de tráfico de influência), e face à sua moldura penal, não possa ser aplicada a medida de coacção de prisão preventiva ao arguido, excepto se houver associação criminosa.
Digamos que o corrupto “free lancer”, quanto à prisão preventiva, fica safo.
Tal como no reclame da TV Cabo, é caso para dizer: “Há coisas fantásticas, não há?”.
j.marioteixeira@sapo.pt

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home