quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Estatística [1]

A estatística é uma das armas preferidas da classe política, porque com números consegue-se fazer retórica, o que convém quando se quer ir além da frieza da matemática.
Por outro lado, é a estatística que conta nas contas que temos de apresentar em Estrasburgo.
Exemplo disso são as "Novas Oportunidades" - cujo modo operacional de obtenção de habilitações académicas seria bom que fosse devidamente publicitado -, que vão melhorar significativamente a "média" das habilitações literárias. Se os portugueses vão saber interpretar melhor um texto, ampliar os seus conhecimentos teóricos e práticos, se vamos ter uma população mais esclarecida, mais competente, mais..., isso já é outra conversa.
Mesmo porque uma população mais esclarecida e mais culta é mais exigente. Até por isso a preocupação maior fica-se pela emissão de certificados de habilitações.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home