segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Bode expiatório

O INEM está a ser transformado em bode expiatório dos erros graves da propalada reforma do SNS.
Só mesmo quem não quer ver é que não percebe que a reforma de Correia de Campos - acerrimamente defendida por José Sócrates - errou de modo grave e arrogante na falta de meios de transporte e de logísticas eficazes. Quando se desloca os postos de atendimento tem de se garantir a devida compensação no acesso aos mesmo e isso só pode ser assegurado por uma rede que dê resposta a tempo e de modo eficaz. Foi essa falta de meios de transporte que esteve, e está, na base das inoperacionalidades do sistema, com especial relevo nos serviços de urgência.
Isto porque as reformas em curso apenas visam fins financeiros, mais nada.
Mesmo assim não falta quem aplauda a reforma iniciada por Correia de Campos. Mas pode ser que um dia que precisem de ser atendidos de urgência, mudem de ideias, se ainda forem a tempo...

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home