quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Qual é o mistério?

Muito se tem escrito acerca da falta de supervisão do Banco de Portugal (BP) sobre o BPN.
Todavia, quem já teve de apresentar reclamações junto do BP acerca de entidades bancárias, há muito que sabe que o BP, na verdade, pouco ou nada faz.
Aliás o mesmo se diga da maior parte das chamadas entidades de supervisão ou de tutela, incluindo a ASAE, estando esta mais preocupada em aparecer na comunicação social como se fosse o FBI lusitano.
A ideia que tenho, é que, em muitos casos, as entidades são criadas para supervisionar mas depois ou não o fazem ou vai-se esvaziando as suas competências para que não aborreçam quem quer ganhar a vida (não importa como).
Mas isto só vira motivo de interesse quando mexe com milhões ou chega aos palácios do poder. Até lá não é notícia. Até lá há consumidores lesados e direitos violados sem consequências.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home