terça-feira, 26 de maio de 2009

A comédia na república

O cabeça de lista do PS às europeias, Vital Moreira, defendeu hoje a ideia de que está em curso uma "revolução" no ensino e na formação profissional em Portugal, que atinge sobretudo as regiões do interior

(in Público)

Se Salazar tivesse distribuído ardósias e ábacos a quem não sabia ler nem contar, e se tivesse criado um programa onde se atribuía habilitações literárias a quem lá fosse contar a sua historinha de vida, seria hoje considerado um facista farsola.

Hoje, dá-se "Magalhães" até a quem não sabe ainda sequer escrever, e criam-se "Novas oportunidades" para dar habilitações suficientes para atingir até o ensino superior, mandando fazer trabalhinhos de computador acerca do que fez na vida e da camada do ozono, e aí já se apelida de "revolução na educação".

j.marioteixeira@gmail.com

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home