sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Bom fim-de-semana!

E Segunda cá estaremos.

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Canção da semana

Continuamos com a alma brasileira de Zeca Pagodinho, com o tema "Deixa a vida me levar".

Tokai

Estudos recentes apontam a localidade de Tokai, no Japão, como a mais provável localização de um forte sismo num futuro próximo.
As placas tectónicas que sustentam aquela localidade, movem-se cerca de 3 cm por ano, aumentando as compressões entra a Placa das Filipinas e a Placa Eurásia.
Aliás, a previsão do "Tokai Jishin" era que ocorresse no pretérito dia 13. A não ocorrrência tem criado um ambiente de ansiedade e de medo crescentes, naquela que é a localidade do Japão com o maior número de habitantes brasileiros. Ainda para mais porque se está em pleno Ano do Javali que é caracterizado como um ano de fortes sismos.
Que se saiba a ministra do turismo do Brasil, Marta Suplicy, não terá comentado tal, pois não seria de espantar que, também aqui, afirmasse ”relaxa e goza”.

Dúvida

A constante recusa da actual administração norte-americana face a compromissos ambientais, assegurando à sua indústria poluente uma vantagem de mercado à custa do ambiente da Terra, não deveria ser tratada como terrorismo ou como ostentação de armas de destruição massiva?

Arcaísmos rentáveis

Recentemente tive de alterar uma inscrição predial, e para isso foi-me exigida uma certidão de nascimento. Tive de requerer, pagando, que me fosse certificada uma dada informação p+or banda da Conservatória do Registo Civil para apresentar essa mesma informação à Conservatória do Registo Predial. Ora, ambas, por enquanto, são do Estado.
Conclusão: paguei ao Estado (€ 22,50) por uma informação para que junto do Estado fizesse prova dessa mesma informação.
Apesar dos avanços (em alguns até excessivos), ainda há muito para fazer para simplificar os procedimentos burocráticos, onde o peso da receita é muito relevante.

Alma lusa

"Fazer seus entes de razão": planear secretamente.

Perspectivas [Jardim Botânico do Rio]

Tal como anunciado, aqui estamos no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, por onde se espalham fontes como esta (ao todo, são sete), e o busto e o brasão de D. João VI, fundador do Jardim Botânico:
E a palmeira plantada pelo Presidente da República Portuguesa Craveiro Lopes, aquando da sua visita ao Brasil em 1957, ornamentada com os símbolos nacionais:
Segue-se o Lago Fei Leandro, um espelho de água com cerca de 2150 m2, concebido por Frei Leandro do Sacramento, primeiro botânico a dirigir o Jardim:
De caminho, a famosa jaca, fruto da jaqueira, uma árvore com origem na Ásia:
E o "Orquidário":
Na próxima edição, iremos dar conta de pormenores da obra humana e da natureza.

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Bom fim-de-semana!

E cuidem de preparar as vindimas, antes que o tempo vire.

Onde pára o papão?

Aquando das eleições para a Presidência da República, membros do Governo que fizeram campanha por Mário Soares, referiram-se a Cavaco Silva como o papão, aquele cuja vitória iria resultar num perigo para os mais profundos valores da democracia portuguesa.
Hoje, perante o veto presidencial ao Estatuto dos Jornalistas, o Estatuto da GNR e à Lei da Responsabilidade Civil do Estado, até se acha que foi dada uma oportunidade para melhorar os respectivos diplomas.

CPP

É um facto que, só á última da hora, se faz o que há muito deveria ter sido preparado.
Isto também vale para a adaptação de procedimentos das forças policiais, face ao novo Código de Processo Penal. Quer a Procuradoria-Geral da República quer a Polícia Judiciária poderiam já ter posto pés ao caminho para se prepararem para as novas regras processuais.
Acontece que tal não desculpa a pressa governativa em acelerar a entrada em vigor do novo CPP, sem antes precaver as necessárias adaptações procedimentais da investigação criminal em Portugal.
Ao saber de tal lusa tradição, teria sido preferível evitar alarmes e intoxicações socialmente indesejáveis.

Aos poucos...

... lá se vai afastando o fantasma do referendo ao Tratado Europeu.
Olhando para a génese do Projecto Europeu, e para a velha máxima que "mais importante que unir os países é unir os povos", faz lembrar a anedota dos escuteiros famintos de boas acções, que, à força, "ajudaram" a velhinha a atravessar a rua pela simples razão que ela não queria ir...

A lógica das comadres

O despique entre Marques Mendes e Filipe Menezes pela liderança do PSD, tem servido, pelo menos, a ficar-se a saber coisas que não se sabia.
Em nada ganha o país nas picardias, excepto na confirmação da ideia que a política é coisa de partidos e não do povo.

Opacidade

Dar mostras de sucesso do combate ao défice, numa confereência de imprensa sem direito a perguntas por banda dos jornalistas, é causa que chegue a desconfiança.
Quando se constata que afinal a despesa pública corrente até tem aumentado, já é causa legítima para sérias dúvidas quanto ao sucesso das políticas financeiras.
Depois de tantos apertos de cinto, eram exígiveis melhores resultados e mais transparência.

Alma lusa

"Causar engulhos": dar causa a suspeitas, dúvidas ou preocupações.

Perspectivas [Maracanã]

Aqui estamos no balneário das estrelas...

... por onde se toma o túnel de acesso ao relvado...
.... e o relvado propriamente dito...

... ora mirando à esquerda ora mirando à direita...

... de onde se vislumbra a bancada presidencial:

À saída, um painel com as estrelas onde se pode tirar uma foto no meio do ilustre grupo:


Para a semana, vamos explorar o Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

terça-feira, 18 de setembro de 2007

Curioso...

... como se chamava ao Brasil o país das novelas e do carnaval, mas nós por cá é que somos bombardeados com "Scolaris" e "McCans"...

Curioso...

... como o PCP se escudou no respeito pelo Direito Internacional para evitar Dalai Lama.
Será que o PCP não se lembrou desse mesmo Direito para condenar a invasão do Monte do Tibete por parte da China, ou, já agora, para se ter colocado contra a invasão do Afeganistão por parte da União Soviética?...

Canção da semana

Continuamos ao som de Zeca Pagodinho, desta vez com o tema "Exaustino".

Coisas que se aprendem nas férias

No Brasil, o nosso "alvará de licença de utilização", chama-se simplesmente "habite-se".
Simples, né?

O Síndrome de Nixon

Aquando do escândalo Watergate, e das posteriores movimentações da Casa Branca, comentou-se nos EUA que a premissa de Nixon parecia ser que "se um erro não resolve, tentemos outro".
Por cá o exemplo mais recente é o do Ministro da Justiça, com a entrada em vigor precoce do novo regime processual penal.
Aliás é de uma tremenda falta de responsabilidade alterar primeiro a Lei, e depois prometer para o ano seguinte melhores condições de investigação. A isto chama-se por o carro à frente dos bois.
Concordo com a redução dos prazos de prisão preventiva. O que não concordo é com a falta de tempo e de preparação para as forças envolvidas. Uma entrada em vigor mais dilatada no tempo, acompanhada e efectivos reforços de meios e de preparação das nossas polícias, bastaria para evitar as polémicas que se levantam.
Tanta pressa faz estranhar, e dá legitimidade à dúvida se com isto não se quer atingir um qualquer objectivo antagónico aos interesses tutelados pelas próprias leis criminais.

curioso...

José Sócrates, acerca de quem tanto se falou da sua prova de inglês técnico, e acérrimo defensor do ensino da língua inglesa nas escolas, não se poupou em calinadas na sua deslocação a Washington, referindo-se, até, ao Médio Oriente como "midwest"...

Alma lusa

"Senhor de engenho": proprietário de plantação de açúcar.

Perspectivas [Maracanã]

Aqui estamos nós no Estádio do Maracanã, rumo às bancadas com a sua imponente pala:
... com uma perspectiva dividida do campo...
... seguindo-se uma visão mais... animada:
video
Numa das bancadas, uma presencial especial:
Uma breve espreitadela às galerias e a uma das rampas de acesso:

Na próxima edição, iremos descer ao balneário das estrelas, e de seguida subir ao relvado.

sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Bom fim-de-semana!

E aproveitem o verão, enquanto dura.

Luciano Pavarotti [1935 - 2007]


Concerto ao vivo em Torino, 2006.

Curioso...

Antes de embarcar para o Brasil, sucederam-se os avisos acerca da violência no Rio de Janeiro, de roubos, assaltos, sequestros, etc. Fui avisado mesmo por aqueles que nunca lá tinham estado.
Por lá andei, fiz centenas de quilómetros, sem quaisquer problemas na minha vida de turista.
Regressado a Portugal fico a saber de assassínios de seguranças de discotecas, que os assaltos a dependências bancárias no distrito do Porto multiplicaram-se, e sucedem-se notícias de assaltos com recurso a armas de fogo contra as autoridades policiais.

As latas de Chavez

Não sei se foi notícia por cá, mas no Brasil deu brado o caso de Hugo Chavez ter feito chegar aos desalojados do terramoto do Perú, latas de atum com o seu rosto e o do opositor peruano Ollanta Humala - que evidentemente conta com o apoio do líder venezuelano - com mensagens de solidariedade.
Uma grande lata, em todos os sentidos da expressão.

Alma lusa

"Meter-se nas encóspias": calar-se, tomar comportamento cauteloso, recusar compromissos.

Perspectivas [Inverno carioca]

Depois do lado cinzento, o lado colorido do Inverno carioca, de Ipanema...
... a Copacabana:

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Canção da semana

Este mês vamos ter a companhia da alma brasileira Zeca Pagodinho.

A ética e o mensalão [1]

A cruzada de Lula da Silva por um código de ética no seu partido chega muito tarde.
Tive a oportunidade de acompanhar de perto o processo do "Mensalão" no Supremo Tribunal Federal do Brasil e às respectivas manosbra que não conseguiram evitar que todas as acusações fossem recebidas por aquele tribunal. São 40 os visados, desde deputados a empresários, passando por ex-ministros do Governo Lula.
Constatei que em Portugal a informação que chegou foi pouca, comparada com a riqueza de peripécias e jogos sujos com que se tentou abafar o caso no Brasil, chegando-se ao caso de membros daquele Tribunal trocarem mensagens entre si, via internet, durante o próprio plenário, na tentativa de concertar estratégias para que a acusação não fosse recebida. Mas a Justiça brasileira empenhou-se em dar uma imagem de isenção, e a decisão de levar a julgamento os 40 acusados por crimes que vão do peculato à lavagem de dinheiro é ímpar na história do Brasil.
Depois da vitória com o STF a receber a acusção na íntegra, fica em aberto a possibilidade de cassação do mandato de Lula da Silva, uma vez que o esquema do "Mensalão" mais não era do que usar o erário público para comprar votos favoráveis às políticas do Governo de Lula da Silva.

Coisas que se aprendem nas férias

No Brasil, a designação "Motor Flex" significa que a alimentação tanto é a gasolina como a álcool.

Alma lusa

"Largo de encontros": diz-se de pessoa generosa, gastadora de dinheiro.

Perspectivas [Inverno carioca]

Retomamos esta rubrica, com novas do Rio de Janeiro. Desta vez o lado cinzento do Inverno carioca, a começar pela Avenida Infante D. Henrique...

... passando pela Praça Floriano, mais conhecida por Cinelândia (pois era a praça onde se congregavam várias salas de cinema) e arredores...

... para terminar em Copacabana: